sexta-feira, 10 de abril de 2020

Depois da pandemia Covid-19 o que mudará no mundo do trabalho

Penso que como eu, nunca ninguém imaginou que o mundo fosse viver uma situação de pandemia. Mas o impensável aconteceu e o Covid-19 está a espalhar-se de uma forma assustadora por todo o mundo. Dou comigo muitas vezes a pensar que, o mundo não vai voltar a ser o que era. Todos nós, mais cedo ou mais tarde, vamos ter que retomar a vida com a maior normalidade possível. Mas será que vamos conseguir? Uma crise económica é inevitável. O desemprego vai aumentar. E há quem diga que o mundo do trabalho, tal como o conhecemos, vai mudar para sempre.
Imagem de Alterio Felines por Pixabay

Dando seguimento a este pensamento li um artigo, da Adecco Group, que achei interessante e vou partilha-lo com vocês. Aqui vai:

Segundo Alain Dehaze, CEO do The Adecco Group a pandemia Covid-19 mudará o mundo do trabalho para sempre. Além da crise imediata, é dificil prever com que rapidez a economia global se recuperará dessa situação e em quanto tempo conseguimos retomar algum tipo de normalidade. No entanto, é provável que essa normalidade seja diferente do que estávamos acostumados e, como parte disso, é provavelmente o começo de uma transformação fundamental no mundo do trabalho. A Adecco responde a duas questões: Qual será o impacto do Covid-19 no mundo do trabalho? E como podemos preparar-nos para a inevitável evolução do mercado de trabalho quando a crise passar?

Agora é a hora dos empregadores se apoiarem e se anteciparem à transformação do mercado do trabalho. As empresas que florescerão num mundo pós-pandemia são aquelas com a força do trabalho mais resiliente. Embora a situação continue a evoluir diariamente, já podemos apontar para três tendências e questões emergentes:

1 - O trabalho remoto está para ficar
Enquanto as empresas se esforçam para manter a continuidade, "trabalhar em casa" está a tornar-se o novo normal, e Alain Dehaze sublinha que o trabalho remoto chegou para ficar. Isso levar a uma infinidade de alterações no local de trabalho, afetando o trabalho em equipa, a produtividade, a colaboração e a comunicação, o que nos forçará a fazer algumas perguntas sobre o quão bem estávamos a aproveitar a tecnologia virtual antes do ataque do coronavírus.

Pesquisas mostram que trabalhar virtualmente pode gerar melhorias de produtividade de até 43%, mas isso deve ser feito de maneira eficaz. Muitas empresas resistiram a "trabalhar de casa" por várias razões, mas a crise atual talvez tenha provado que pode funcionar.

Portanto, este é o momento de capacitar as pessoas para operar com mais eficiência num mundo mais virtual e alinhado às tendências do setor mencionadas anteriormente. Já estamos na era da revolução do reskilling e a pandemia apenas acelerará a necessidade de atualizar as competências digitais da nossa força de trabalho, em preparação para uma grande mudança na forma como as empresas operam.

Os gestores precisam concordar com as novas regras de relacionamento entre os membros da equipa para integrar rotinas e rituais que suportam ligação, colaboração, produtividade e bem-estar, como reuniões virtuais diárias e check-ins mais frequentes.

Em conjunto com a competência digital e a infraestrutura aprimorada, a cultura corporativa em direção ao trabalho remoto também deve evoluir para apoiar essa prática. Deve ser modelado e reforçado a partir do topo para garantir que não haja medo de reações em níveis mais baixos.


2 - As competências de liderança evoluirão
A coragem de qualquer líder é verdadeiramente testada numa crise. E este é um desafio raro. Já sabemos há algum tempo que há uma evolução das competências de liderança em curso, à medida que transformação e interrupção se tornam o novo normal.

A pandemia está agora a ampliar a necessidade de um novo conjunto de competências e capacidades de liderança. Porquê? Porque na era pós-pandémica, trabalharemos de uma maneira totalmente diferente. Antes da pandemia, a maioria das empresas tinha trabalhadores sob o mesmo tecto - ou no caso de multinacionais - sob vários telhados grandes. No mundo pós-pandemia, onde o trabalho remoto se torna o novo normal, os líderes precisam de aprender a liderar remotamente, em vez de centralizar.

Os líderes precisarão de uma nova caixa de ferramentas para liderança de uma força de trabalho remota. Alguns fundamentos organizacionais serão críticos para os líderes alinharem, motivarem e acompanharem de perto os projetos e o desempenho. Estes incluem: uma cultura forte; valores profundamente arraigados; excelentes capacidades de comunicação; e recursos, sistemas e processos abrangentes de geração de relatórios.

E no lado das competências pessoais, os líderes que conseguirão conduzir as suas organizações pela mudança que aí vem, são aqueles que são ágeis, orientados para o exterior, com uma mentalidade disruptiva e que possuem habilidades de construção de relacionamentos que podem criar inclusão em diversas equipas e geografias.


3 - A necessidade de um novo Contrato Social é maior do que nunca
 A mudança no mercado de trabalho aumentou o número de trabalhadores flexíveis, mas a pandemia expôs a vulnerabilidade desses trabalhadores numa crise

É encorajador ver alguns governos a aplicar subsídios legais por doença a trabalhadores independentes por exemplo, assim como empresas que estão a estender a proteção aos seus funcionários freelancers ou temporários. No entanto, essas medidas de emergência destacam algo que defendemos há algum tempo: precisamos de um novo contrato social para garantir que todos os trabalhadores, particularmente aqueles em diferentes formas de trabalho, tenham a rede de segurança social de que precisam.

Neste ponto, é difícil ver o fim da atual crise. Ninguém sabe quanto tempo vai durar ou quantas pessoas serão afetadas. O mais claro é que, quando o mundo sair do outro lado, a maneira como trabalhamos terá mudado para sempre. Com consideração e planeamento, empresas e indivíduos podem preparar-se para estar na frente da curva.


E pronto era este artigo que vos queria mostrar. E vocês o que pensam do mundo do trabalho depois desta pandemia? São da opinião que  o trabalho a partir de casa, sempre que possível, veio para ficar? Se a vossa profissão o permitisse gostavam de trabalhar a partir de casa?

30 comentários:

  1. Muito interessante.
    Penso que o mundo vai levar tempo para se recompor, mas arranjará maneira de o fazer como o fez depois de todas as outras pandemias que assolaram o planeta ao longo dos séculos, como o fez depois das duas grandes guerras. Há cem anos, a gripe Espanhola matou 60 milhões de pessoas em todo o mundo. A necessidade aguça o engenho. O trabalho a partir de casa, já era utilizado por algumas empresas noutros países. É provável que aumente. Há pessoas que gostam, outras não. Enfim quem cá estiver daqui por quatro ou cinco anos verá.
    Abraço e dentro do possível, boa Páscoa

    ResponderEliminar
  2. Pessoalmente, prefiro trabalhar fora de casa...

    www.amarcadamarta.pt

    ResponderEliminar
  3. Talvez surjam novas oportunidades de trabalhos que serão menos oneroso para os patrões.
    O importante e que se tenha emprego.
    Bjs,

    ResponderEliminar
  4. tomara que mt coisa seja mesmo repensada depois dessa pandemia

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderEliminar
  5. Também penso que muito vai mudar no emprego, na economia, em todo o movimento interior e exterior das pessoas e de um País.

    Muitas empresas vão - por pagarem menos - que os funcionários trabalhem em casa. Outros preferem que o trabalho volte a ser como era antes do aparecimento do covid-19

    Que tudo vai mudar, penso ser um facto. Para melhor ou para pior, vamos ver... se formos vivos
    .
    Dentro do possível
    Uma Páscoa muito feliz

    ResponderEliminar
  6. É com diz o Francisco, «nada ficará como dantes».
    Para melhor ou para pior, logo veremos. Para já temos de serenar.
    Isa, desejo-lhe uma Santa Páscoa. No aconchego de casa...
    Beijo.

    ResponderEliminar
  7. belo texto
    vai ser bem difícil voltar ao "normal" mas será um lindo recomeço

    beijo
    Aminadefe

    ResponderEliminar
  8. Acho que realmente faz todo o sentido que neste momento e depois de tudo isto passar as coisas mudem...

    Bjxxx
    Ontem é só Memória | Facebook | Instagram | Youtube

    ResponderEliminar
  9. É bom que mude, então passar a haver tele trabalho, melhor ainda.
    Menos gastos para as empresas em termos de espaço, menos horas perdidas no trânsito... Tanta coisa positiva

    ResponderEliminar
  10. Interessante esse estudo, mas quanto a mim, nada vai mudar.

    ResponderEliminar
  11. O avanço no teletrabalho será sem dúvida uma parte boa desta confusão toda...

    ResponderEliminar
  12. Espero que fique tudo bem, e não aconteça nada demais no mundo que as pessoas de valor as coisas pequena . Beijos

    Segredosdamarii.blogspot.com

    ResponderEliminar
  13. Eu acho que muita coisa vai mudar. Muita mesmo!
    -
    Pode um coração ser pequeno e tão grande
    -
    Beijo e uma excelente Sexta - Feira Santa

    ResponderEliminar
  14. Era bom que muita coisa mudasse... no entanto tenho as minhas dúvidas.

    Beijos e abraços.
    Sandra C.
    bluestrass.blogspot.com

    ResponderEliminar
  15. Para algumas pessoas não esta a ser facil de trabalhar em casa
    Beijinhos
    Novo post
    Tem post novos todos os dias

    ResponderEliminar
  16. Espero que tudo fique bem logo ♡
    https://blogmariianaleal.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  17. Ótimo texto, sem dúvida que isto vai mudar as nossas vidas para sempre! Esperamos que o pico passe rápido!

    Beijinhos,

    https://damselme.blogspot.com/?m=0

    ResponderEliminar
  18. Eu continuo a ir trabalhar, apesar de ter ficado esta semana de férias de páscoa :s
    R: Decidi não fazer nada e ainda bem :) Só me ia arrepender.

    ResponderEliminar
  19. O mercado de trabalho, inevitavelmente, sofrerá metamorfoses. E, embora se avizinhem tempos complicados neste setor, acredito que também se encontrará validade noutros métodos de exercer funções - e, talvez, até na nossa produtividade laboral.
    Excelente artigo!

    ResponderEliminar
  20. Boa tarde tudo bem? Procuro novos seguidores para o meu blog. Posso te seguir também. https://viagenspelobrasilerio.blogspot.com/?m=1

    Se você me seguir manda o link para o meu blog que eu te sigo de volta.

    ResponderEliminar
  21. Muita coisa vai mudar, vamos ter tempos muito complicados a todos os níveis!
    Bom fim de semana.
    http://www.opecadomoraemcasa.pt/

    ResponderEliminar
  22. Isto é um abanão que o mundo está a levar. Acredito que por um motivo, por uma razão e um "abre olhos" para todos nós. Só espero que isto passe rápido mas vai demorar para tudo se recompor.

    Beijinho, boa páscoa!
    doce-branca.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  23. Sim, também não tenho dúvida de que muita coisa vai mudar. E não será só no trabalho.. a nível social, económico etc. O mais importante é termos capacidade de adaptação. Também escrevi um post sobre este tema: "Vai ficar tudo bem. Será"
    Boa Páscoa!

    ResponderEliminar
  24. O artigo é bastante interessante, mas sendo que é a primeira vez que isto acontece "às pessoas dos nossos dias", acredito que dificilmente alguém possa ter certezas absolutas do que quer que seja.

    ResponderEliminar
  25. é um artigo interessante. pessoalmente acho que muito dificilmente tudo voltará a ser como dantes, mas prefiro mil vezes trabalhar fora de casa

    ResponderEliminar
  26. Tenho algumas dúvidas. Vai demorar, mas acho que vai voltar ao mesmo. Tenho pena no entanto se não tirarmos algum ensinamento de tudo isto.

    ResponderEliminar
  27. Um post bem interessante! De facto, também tenho essa percepção, de que muita coisa mudará, mesmo no mercado laboral, após um acontecimento destes... mas também em muitas outras vertentes...
    Beijinhos! Feliz Páscoa!
    Ana

    ResponderEliminar
  28. Sim, realmente estamos perante um novo paradigma!
    O mundo vai mudar!
    Só espero que as pessoas não fiquem mais afastadas e anti-sociais com isto do tele trabalho!
    Eu prefiro sair de casa, ainda não estou muito bem equilibrada e organizada em casa! Para trabalhar a partir de casa terei de estipular regras e as cumprir!

    Beijinhos

    ResponderEliminar