quinta-feira, 9 de janeiro de 2020

Cinco hábitos saudáveis na utilização do telemóvel

Se à uns anos atrás o telemóvel chegou às nossas vidas para nos ajudar comunicar de uma forma mais rápida, hoje em dia as coisas não são bem assim. Penso que todos nós começamos a ter consciência que, o telemóvel está a assumir um papel demasiado importante na vida da maioria das pessoas. 
Quer seja na rua, no carro, nos transportes públicos, nos cafés e nos restaurantes, os telemóveis tornaram-se na companhia inseparável da maioria das pessoas. 

Se são daquelas pessoas que ficam em pânico de cada vez que o telemóvel fica sem bateria, se têm insónias ou precisam de tocar no ecrã a cada dois minutos, não deixem de ler as recomendações da Neffos sobre hábitos saudáveis para uma utilização responsável do telemóvel. Achei o artigo interessante e por isso resolvi partilha-lo com vocês. 

Cinco hábitos saudáveis na utilização do telemóvel:  
1 - Problemas de sono ou fadiga ocular. Durante uma hora depois de acordar, não é conveniente ver e-mails, mensagens de SMS ou posts de redes sociais - a não ser que seja absolutamente inevitável. E uma hora antes de deitar, convém desligar todos os dispositivos como o portátil e tablet para deixar que os olhos descansem da luz dos ecrãs. Ler um livro, escrever ou passear são atividades que ajudam a desligar a mente das atividades quotidianas e a melhorar a qualidade do sono. Para isso, é ainda recomendável ativar o modo noturno ou modo de avião no telemóvel, para que este não receba notificações durante a noite e para que o utilizador consiga relaxar e descansar.  

2 - Vida social sem telemóvel. O filme Perfeitos Desconhecidos fez deste cenário algo popular, mas a verdade é que é uma prática comum em reuniões de amigos. Coloque todos os telemóveis no centro da mesa. quem pegar no equipamento primeiro, paga a conta. É um detalhe que permite que nos concentremos no momento e nos nossos amigos, com quem partilhamos boas conversas e horas divertidas.

3 - Nova localização para o dispositivo. O ideal é estabelecer um lugar permanente para o telemóvel, à vista e ao alcance, mas que impeça que ande sempre com ele por perto. Esta medida reduz a sensação de dependência, assim como a necessidade de verificar periodicamente o equipamento.

4 - Personalize as notificações. Estabelecer um som diferente para cada tipo de mensagem permite definir diferentes urgências. Com esta ação, é possível diferenciar temas de trabalho de pessoais ou destacar assuntos urgentes, e evitar assim a necessidade de verificar o ecrã a cada notificação nova.

5 - Meditação. Para evitar o tecnostress que afeta tantos utilizadores, convém esvaziar a mente e relaxar de vez em quando. Descontrair, respirar, ouvir música tranquila e estabelecer uma ligação entre o corpo e a mente, é uma prática saudável que nos ajuda a centrarmo-nos no momento e lugar onde estamos. Além disso, criar uma rotina com este exercício liberta a tensão que acumulamos durante o dia.

25 comentários:

  1. Eu bem me queria desligar dele, mas é difícil quando passo tanto tempo sozinha.

    Beijocas

    ResponderEliminar
  2. Isa, não sou dependente deste tipo de equipamento, aliás não tenho smartphone só telemóvel que uso em caso de "urgência". Sempre dei mais importância às relações pessoais e para o trabalho e para o convívio "online" uso o pc. Até me esqueço que ando de telemóvel, algumas vezes fica em casa. Gosto de usufruir da natureza, dos livros, das minhas artes, da companhia da família ou dos amigos. Nunca entendi muito bem, quer dizer, continuo sem perceber como é que as pessoas se deixaram "absorver" por um objeto que não traz a felicidade, nem a saúde, nem o bem-estar a ninguém, apenas cria dependências e necessidades supérfluas e ilusórias. :(

    ResponderEliminar
  3. Hoje em dia somos muito dependentes do telemóvel, gostei das dicas! :)
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  4. Confesso que não uso em demasia nem sou dependente, passo bem sem ele.

    ResponderEliminar
  5. Se há anos (muitos) os telemóveis eram comprados para serem usados em caso de urgência, hoje são considerados tão indispensáveis que nos admiramos como foi possível vivermos sem eles.:)

    Todas as sugestões fazem sentido e deverão ser seguidas...

    ResponderEliminar
  6. Não vivo sem eles.
    Mas acho que convivo bem com ele.
    Bjs,

    ResponderEliminar
  7. Não é coisa que usei muito, mas sim posso dizer para quem tem família fora é uma coisa que faz bastante jeito
    Beijinhos
    Novo post
    Tem post novos todos os dias

    ResponderEliminar
  8. Difícil largar, no fundo temos a nossa vida dentro dele, mas ótimas dicas para moderar o uso :)

    ResponderEliminar
  9. É mesmo importante não nos esquecermos que o telemóvel é para nosso uso e não para nos utilizar a nós

    ResponderEliminar
  10. Ultimamente somos muito dependentes deles...

    www.amarcadamarta.pt

    ResponderEliminar
  11. As dicas são ótimas, díficil é colocar em prática!!
    Beijinhos.
    http://www.opecadomoraemcasa.pt/

    ResponderEliminar
  12. As dicas são interessantes.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  13. Fica difícil quando temos os filhos longe.

    ResponderEliminar
  14. Confesso que ando sempre com o telemovel e viver sem ele, teria que conseguir, claro, mas iria custar a adaptar :)
    No entanto esse artigo devia ser posto em prática sim, as pessoas olham demais para ele.

    ResponderEliminar
  15. Utilizo mutio, mais que queria, o telemovel, mas consigo deixa-lo de lado e até me sabe bem, otimas dicas:)

    Beijinhos,
    Anita On

    ResponderEliminar
  16. Boa noite, querida amiga Isa!
    Uso muito e aproveito muito a vida também.
    Dicas saudáveis.
    Tenha dias abençoados!
    Bjm carinhoso e fraterno de paz e bem

    ResponderEliminar
  17. Por sermos tão dependentes dessas coisinhas quase nem percebemos que nos descuidamos da saúde mental e física as vezes né? ótimo post!

    ___________

    - Conhece meu cantinho? Te encontro lá, hein?

    Blog Meu Baú de Estrelas
    Meu Canal no Youtube
    Instagram
    Twitter
    Blog Bilhetes de Busan

    ResponderEliminar
  18. Esta gentinha de pescoço constantemente dobrado tira-me do sério.
    Bfds

    ResponderEliminar
  19. Quem me dera conseguir desligar...
    Não consigo.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  20. Não sou seguidora deste blog. Vim cá parar por causa de um comentário num outro blog. Não sei se foi um caso isolado mas aconselho-te a teres mais cuidado com a ortografia/pontuação.

    ResponderEliminar
  21. Não sou mesmo nada dependente de telemóveis... aliás, imensas vezes, só me lembro deles... quando verifico que os deixei em casa, por esquecimento... :-))
    Tento preservar a vista ao máximo... do efeito de pequenos ecrãs... quando ando na net, com tempo, é sempre no pc ou no portátil... pelo que me identifiquei bastante, com o comentário da Lete...
    Beijinhos
    Ana

    ResponderEliminar
  22. Gosto de ter o telemóvel por perto. Mas posso muito bem passar uma manhã ou tarde sem lhe pegar. Basta-me saber que a qualquer momento posso contactar ou ser contactada.
    Bjs.

    ResponderEliminar